quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

AnonOps diz que continuará derrubando sites

AnonOps diz que continuará derrubando sites

O perfil AnonOps do twitter, ligado ao grupo Anonymous, publicou mensagem negando o abandono da “Operation: Payback”, que derrubava sites como protesto contra o cerco virtual ao WikiLeaks. Na mensagem, o AnonOps diz que a nova “Operação: Leakspin”, que visa inundar canais de comunicação online com os vazamentos do WikiLeaks será feita em paralelo aos ataques de DDoS do “Payback” sem os subtituir.
Mas vídeos e imagens divulgados na rede contradizem esta versão, propondo substituição das ações. Isto ocorre pela natureza horizontal, anônima e caótica do “Anonymous”, que não tem lideranças ou hierarquia rígidas, e portanto, se dividem facilmente em “facções” que nem sempre se comunicam ou concordam. “Anonymous” é uma denominação geral para usuários que publicam em fóruns online sem se identificar, nem mesmo com apelidos. A origem do nome remonta ao fórum 4chan, onde posts cujos autores não se identificam são marcados com a expressão “Anonymous”.
O ativismo online, também chamado de hacktivismo, tem como marco a “Operation: Payback” (Operação: Troco), que se realizou ataques de DDoS contra sites das associações de gravadoras e estúdios. A iniciativa era uma resposta a ataques semelhantes promovidos pelas entidades contra sites de torrent como o “The Pirate Bay”. O revide foi promovido nos fóruns online em salas de bate-papo do tipo IRC, onde os moderadores são comumente chamados de “Op” – daí o nome “AnonOps”.
Mais recentemente, o “Operation: Payback” voltou sua artilharia contra entidades que promoveram o cerco ao Assange, mas um “contra-ataque” tirou do ar o servidor de bate-papo onde os ativistas se reuniam. Durante esta dispersão, participantes do grupo se reorganizaram e publicou vídeos e imagens anunciando a “Operation: Leakspin”, que propõe inundar canais de conteúdo com vazamentos “disfarçados” de outro material.
A Geek visitou as salas de bate-papo do grupo, e viu discussões dedicadas tanto à desordem proposta pelo Leakspin quanto à derrubada de sites típicas do Payback. Ainda que longe de vazias, as salas tinham menos participantes que na semana passada, provavelmente em decorrência dos ataques que mantiveram os servidores constantemente fora do ar nos últimos dias.



Fonte:goo.gl/cgzJb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

............