Parceiro: Camisetas Hacker

Camisetas para Nerds & Hackers

Mostrando postagens com marcador Anonops. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Anonops. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

FBI prende novo hacker suspeito de integrar LulzSec


FBI prende novo hacker suspeito de integrar LulzSec



A polícia norte-americana deteve ontem mais um suspeito de envolvimento nos ataques à Sony. O alegado membro do grupo de hacktivistas LulzSec entregou-se ontem às autoridades, no Estado do Arizona, relata o The Telegraph.

Raynaldo Rivera, de 20 anos, é acusado de conspiração e de ter comprometido um computador protegido, no âmbito da investigação movida na sequência dos ataques aos sistemas informáticos da Sony, registados em maio e junho de 2011.

Caso seja declarado culpado, Rivera pode pegar até 15 anos de prisão. Ele e outros hackers são acusados de roubar informações dos sistemas da Sony Corp. e da Sony Pictures em maio e junho de 2011, ataque anunciado pelo perfil do grupo hacker no Twitter.

Após a invasão, o LulzSec publicou os nomes, datas de nascimento, endereço, e-mails, números de telefone e senhas de milhares de pessoas que haviam participado em promoções promovidas pela Sony.

Pelos cálculos das autoridades, o custo total do vazamento de informações custou à empresa US$ 600 mil.

Documentos revelados em março afirmam que um líder do grupo, conhecido como Sabu e cujo nome verdadeiro é Héctor Monsegur, se declarou culpado dos atos de invasão. Logo depois, Sabu teria dado informações sobre seus cúmplices ao FBI. Na mesma época, cinco suspeitos de serem dirigentes de outro gruop hacker, o Anonymous, e também integrantes do LulzSec, foram acusados pela polícia norte-americana.


Fonte:http://anonopsbrazil.blogspot.com.br/2012/08/fbi-prende-novo-hacker-suspeito-de.html

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

#OpProtectAssange



#OpProtectAssange

Diante da tensão provocada pela Grã-Bretanha em desrespeito à liberdade de expressão e da soberania do Equador no caso Julian Assange, convocamos todos a fazerem parte da #OpProtectAssange
Muitos coletivos e movimentos de resistência ao redor do mundo estão se mobilizando e tomando as ruas e as redes sociais. No Brasil, há manifestações diante dos Consulados por parte do Partido
 Pirata e de coletivos Anonymous. Com objetivo de fazer pressão sobre o governo brasileiro no encontro do bloco Unasul, que acontecerá nesse domingo 19/08, pedimos a todos que enviem emails, twitters e mensagens via facebook e façam ligações aos nossos representantes ao longo de todo o final de semana a partir de hoje, sexta-feira 17/09.
Sugerimos as seguintes mensagens:

"Caro representante, em nome da liberdade de expressão, do livre acesso às informações, da transparência dos governos e das liberdade civis como um todo, peço que o Brasil se posicione e se pronuncie a favor do Equador e de Julian Assange no conflito diplomático com a Grã-Bretanha"

"Pela liberdade de expressão, o livre acesso à informação e pelas liberdades civis #LibertemAssange. Representantes, em apoio ao Equador e à Julian Assange na Unasul"

Essas são apenas sugestões, que podem ou não ser usadas. A mensagem fica a critério e responsabilidade de cada um. Lembramos apenas que nosso intuito não é agredir ou depreciar o governo brasileiro e seus representantes, mas sim pressioná-los a tomar uma posição favorável ao Equador e a Julian Assange no próximo domingo.

hashtags: #Unasul, #BrasilComAssange, #LibertemAssange, #FreeAssange #ProtectAssange

Listamos abaixo emails, telefone, Facebook e twitters a quem podemos direcionar as mensagens; divulguem outros contatos que acharem pertinentes, caso não estiverem incluídos aqui. Vamos fazer barulho! :)

Email para o Ministro das Relações Exteriores (MRE), chanceler Antonio Patriota: http://
www.itamaraty.gov.br/
fale-com-ministro
Twitter do MRE: http://twitter.com/
mrebrasil
Facebook MRE: http://www.facebook.com/
Brasil.MRE

Gabinete Presidencial:
Telefones: (61) 3411.1200 (61) 3411.1201
Fax: (61) 3411.2222

Twitter do Planalto: http://twitter.com/
blogplanalto
Email Fale com a Presidenta: https://
sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php


Fonte:https://www.facebook.com/photo.php?fbid=410007065730586&set=a.284077481656879.73958.181574395240522&type=1&theater

// https://www.facebook.com/PlanoAnonymousBrasil


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Hackers tiram do ar sites de Banco Central, Citibank e Panamericano

Hackers tiram do ar sites de Banco Central, Citibank e Panamericano


RIO - Nesta sexta-feira, os hackers fizeram três novas vítimas. A primeira foi a página de internet do Banco Central, que ficou fora do ar durante alguns minutos, por volta das 10h15 min. A interrupção do acesso foi rápida e o site voltou ao ar em pouco tempo. A segunda foi a página do Citibank que, por volta das 11h30min, apresentava problemas de acesso. E a terceira, a página do banco Panamericano, que saiu do ar às 11h41min.

Mais uma vez, pelo Twitter, hackers assumiram o ataque matinal a sites de bancos, desta vez Citibank e Panamericano.
“Atenção marujos: Alvo atingido! O Citibank está à deriva!”, publicou o usuário @AnonBRNews que, em seguida, anunciou a queda do site do Panamericano.
Os dois bancos ainda não se pronunciaram sobre o caso e permanecem com suas páginas fora do ar.
Mais cedo, hackers disseram no microblog que estavam apenas "calibrando as armas" para o alvo principal desta sexta, no caso o CitiBank.
"Escolhemos um alvo de testes antes, só para calibrar nossas armas: bcb.gov.br", escreveram.
O Banco Central também não se manifestou sobre a breve investida dos hackers ao site da instituição, que já voltou a funcionar.
Desde a segunda-feira os mesmos perfis de Twitter (@AnonBRNews, @iPiratesGroup e @AntiSecBrTeam), que dizem ser simpatizantes do movimento hackativista Anonymous, têm assumido a autoria de ataques de negação de serviço (DDoS, na sigla em inglês para distributed denial of service). Páginas de bancos brasileiros foram tiradas do ar em protesto contra a desigualdade social no país - que tem gerado críticas no microblog.
O primeiro alvo foi o site do Itaú. Nos dias seguintes, os bancos Bradesco, Banco do Brasil e HSBC tiveram sobrecarga de acessos e saíram do ar. O HSBC teve sua página internacional, de domínio .com, também ataca pelo grupo brasileiro, gerando repercussão internacional.
A tática usada pelos hackers faz com que uma grande quantidade de computadores-zumbis (máquinas controladas remotamente) tentem milhões de acessos simultâneos ao alvo, sobrecarregando o servidor e fazendo o site sair do ar, temporariamente.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/tecnologia/hackers-tiram-do-ar-sites-de-banco-central-citibank-panamericano-3868381#ixzz1lKMtDNZB
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Anonymous mudam cronograma e atacam site do HSBC

Hackers mudam cronograma e atacam site do HSBC

Nos últimos dias, os sites do Itaú, Bradesco e BB foram atacados por um grupo aparentemente ligado ao Anonymous. Alvo de hoje não foi a Caixa, como anunciado na internet





Enquanto isso, os hackers celebram mais um ataque nas redes sociais: "HSBC - No Brasil e no mundo. Menos na Internet! - Tango Down - alvo caído em português"
São Paulo - O alvo de hoje dos hackers brasileiros, do Grupo Anonymous, não foi a Caixa Econômica Federal, como anunciado nas redes sociais, e sim o portal do HSBC. Há mais de 40 minutos, por volta de 11h30, o site apresentou lentidão e dificuldade de acesso. Nos últimos três dias, os sites do Itaú, Bradesco e Banco do Brasil foram atacados.

A assessoria de imprensa do HSBC não confirma o ataque. Segundo nota enviada à reportagem, o portal do banco está apresentando um volume de acessos acima do esperado. "O HSBC está trabalhando para normalizar o serviço e esclarece aos clientes que há outros canais alternativos de atendimento, como caixas eletrônicos e Phone Center", informa a assessoria do banco.
Enquanto isso, os hackers celebram mais um ataque nas redes sociais: "HSBC - No Brasil e no mundo. Menos na Internet! - Tango Down - alvo caído em português". A meta dos hackers é invadir um site de banco por dia nesta semana. A previsão é que o alvo de amanhã seja o Santander, segundo as redes sociais. O grupo diz que os ataques da chamada "OpWeeksPayment" - algo como "operação semana de pagamento de salários - têm como objetivo alertar a população brasileira sobre a injustiça e a corrupção no País.

Anonymous anuncia ataque a bancos no Brasil Segundo o grupo, a operação contra os bancos se dará ao longo de toda esta semana e receberá o nome de #OpWeeksPayment

Anonymous anuncia ataque a bancos no Brasil

Segundo o grupo, a operação contra os bancos se dará ao longo de toda esta semana e receberá o nome de #OpWeeksPayment




São Paulo – O grupo hacker Anonymous divulgou nessa segunda-feira que dará início a uma série de ataques contra páginas online das principais instituições financeiras do Brasil.

Segundo o grupo, a operação contra os bancos se dará ao longo de toda esta semana e receberá o nome de #OpWeeksPayment. Cada dia da semana será destinado a um serviço de internet banking, que deverá ficar fora do ar por 12 horas.
O objetivo do grupo é alertar a população sobre a injustiça e a corrupção que predominam no Brasil. E esta semana foi escolhida por conter os principais dias para pagamento dos salários.
A Info registrou intermitência no acesso ao site do banco Itaú na manhã desta segunda-feira (30). Em contato com a assessoria de imprensa da instituição, a empresa confirmou a instabilidade e afirma que a mesma já foi sanada.
Segue comunicado oficial do Itaú na íntegra:
"O Itaú Unibanco informa que houve indisponibilidade em seu site durante alguns momentos hoje, mas a normalidade foi retomada em seguida. Importante lembrar que todos os demais canais eletrônicos estavam disponíveis para as operações dos clientes. Caso encontrem dificuldade, os clientes têm à disposição o telefone (30Horas), 29 mil caixas eletrônicos onde podem fazer mais de 300 operações, além de toda a rede de agências, que hoje somam cerca de 5 mil em todo o país."

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

The Internet Strikes Back #OpMegaupload

Poucos minutos depois de o site ser encerrado, e DOJ liberando sua declaração, Anonymous entrou em ação e começou a derrubar uma tonelada de sites - incluindo sites para o Departamento de Justiça, os EUA Escritório de Direitos Autorais, a Universal Music, a RIAA, a MPAA e um monte de outros sites.




Department of Justice (Justice.gov)
Motion Picture Association of America (MPAA.org)
Universal Music (UniversalMusic.com)
Belgian Anti-Piracy Federation (Anti-piracy.be/nl/)
Recording Industry Association of America (RIAA.org)
Federal Bureau of Investigation (FBI.gov)
HADOPI law site (HADOPI.fr)
U.S. Copyright Office (Copyright.gov)
Universal Music France (UniversalMusic.fr)
Senator Christopher Dodd (ChrisDodd.com)
Vivendi France (Vivendi.fr)
The White House (Whitehouse.gov)
BMI (BMI.com) 
Warner Music Group (WMG.com)




Anônima lança maior ataque alguma vez, o governo paralisante e sites indústria da música. Hacktivistascom o Anonymous coletiva estão travando um ataque ao site da Casa Branca depois de ter conseguidoquebrar os sites para o Departamento de Justiça, Universal Music Group, RIAA e Motion Picture Association of America.

Muitos membros do Congresso têm apenas mudou sua posição sobre a controversa Lei da Pirataria PararOnline, ou SOPA, o ataque sobre Megaupload quinta-feira provou que os federais não precisam SOPAsua legislação ou irmã, PIPA, a fim de representar um golpe na Web .

Hackers dizem ter tirado site do FBI do ar por retaliação

Hackers dizem ter tirado site do FBI do ar por retaliação


Um grupo de hackers dos Estados Unidos, o Anonymous, disse, emseu perfil no Twitter, que retirou o site do FBI (a polícia federal americana) do ar. A página já estava funcionando normalmente na manhã desta sexta-feira (20), mas na noite de ontem ficou inacessível por cerca de uma hora. 

Pela rede social, o grupo postou: “FBI.GOV Tango Down”. Apesar da queda do sistema, o governo americano não confirmou o ataque, que teria sido motivado pela censura ao site Megaupload, um dos maiores de compartilhamento de arquivos do mundo.  

A derrubada do endereço acontece um dia depois que páginas como a Wikipedia e a Craigslist tiraram seus sites do ar em protesto contra o SOPA e o PIPA, dois projetos de lei antipirataria que circulam nos Estados Unidos. No blog do Anonymous, foi publicado o seguinte esclarecimento: 

“Poucos minutos após o site (Megaupload) ter sito tirado do ar, e o Departamento de Justiça (DOJ, na sigla em inglês) ter divulgado um comunicado, o Anonymous entrou em ação e começou a derrubar toneladas de sites – incluindo o do próprio DOJ, do escritório de direitos autorais dos Estados Unidos, o da Universal Music, o da RIAA, o da MPAA, entre outros”.  


Fonte:http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=84558

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Anonymous ataca site de segurança e divulga dados de 75.000 cartões de crédito.

Anonymous ataca site de segurança e divulga dados de 75.000 cartões de crédito.


O Anonymous ataca novamente. Dessa vez, os hackers foram além do simples roubo de dados e divulgaram números de cartão de créditos de nada menos do que 75.000 clientes da Stratfor, empresa norte-americana especializada em serviços de segurança e elaboração de defesa estratégica para governos e exércitos. O grupo também liberou uma lista com informações pessoais de 86.000 indivíduos, como nomes, endereços de email e senhas.
De acordo com a companhia, os ataques foram computados no dia 24 de dezembro e que o roubo de dados sigilosos deve ter ocorrido nessa mesma data. Desde então, a página oficial da empresa ficou fora do ar e agora exibe um comunicado que afirma que os clientes lesados terão direito a um serviço de proteção de identidade para evitar futuras fraudes — como já havia sido noticiado anteriormente.
Além disso, uma suposta conversa entre os hackers foi divulgada no site Pastebin. Na página, um possível membro do Anonymous declara que “o tempo de diálogos acabou” e aponta que mais de 50.000 dos emails roubados possuem terminação .gov ou .mil, indicando um participação massiva de membros do governo e das Forças Armadas dos Estados Unidos na empresa.
Um dos usuários é ainda mais incisivo e declara que, “após serem roubados discretamente por políticos corruptos”, chegou a hora de dar o troco. Por fim, ele afirma que o ataque ao banco de dados da Stratfor faz parte do Projeto Mayhem, um tentativa de abalar instituições financeiras e governos a partir da liberação de informações sigilosas.
Conteúdo:   _____                              
  /     \   __________________ ___.__.
 /  \ /  \_/ __ \_  __ \_  __ <   |  |
/    Y    \  ___/|  | \/|  | \/\___  |
\____|__  /\___  |__|   |__|   / ____|
        \/     \/              \/     


.____          .__         ____  ___                      
|    |    __ __|  | _______\   \/  / _____ _____    ______
|    |   |  |  |  | \___   /\     / /     \\__  \  /  ___/
|    |___|  |  |  |__/    / /     \|  Y Y  \/ __ \_\___ \ 
|_______ |____/|____/_____ /___/\  |__|_|  (____  /____  >
        \/                \/     \_/     \/     \/     \/ 




                             #AntiSec™    (wtf? we hate copyright...) 




> Can I haz candy?
> :3
                             
Greetings Global Pirates! Having fun riding the waves of the Global Financial Meltdown?  We sure are. 


Did Bradley Manning get his fancy LulzXmas dinner yet? 


hm... guess not.


Still trying to lock him up for life? 
Still think we're just joking around?
That's OK. The time for talk is over.


So now let's talk... about cocks:
It's time to dump the full 75,000 names, addresses, CCs and md5 hashed passwords to every customer that has ever paid Stratfor. 
But that's not all: we're also dumping ~860,000 usernames, email addresses, and md5 hashed passwords for everyone who's ever registered on Stratfor's site. 


> ...
> WTF?!?!
> Did you say 860,000 accounts???? 
> Did you notice 50,000 of these email addresses are .mil and .gov? 
> fuck men...we're pretty much screwed up now...tinfoil hat please here..
> yeah, for the lulz \:D/
> sounds illegal...
* /me phones police
> holy shit, like frontal crash at 180mph!!! 
> :P
> lol xD


We almost have sympathy for those poor DHS employees and australian billionaires who had their bank accounts looted by the lulz (orly? i just fapped). 
But what did you expect? All our lives we have been robbed blindly and brutalized by corrupted politicians, establishmentarians and government agencies sex shops, and now it's time to take it back.


We call upon all allied battleships, all armies from darkness, to use and abuse these password lists and credit card information to wreak unholy havok upon the systems and personal email accounts of these rich and powerful oppressors. Kill, kitties, kill and burn them down... peacefully. XD XD


Is that it? 0h hell n0. 


On New Years Eve, there will be "noise demonstrations" in front of jails and prisons all over the world to show solidarity with those incarcerated. 
On this date, we will be launching our contributions to project mayhem 
by attacking multiple law enforcement targets from coast to coast. 
That's right: once again we bout to ride on the po po. Problem, officer? umad?
                             
Candiez, pr0n and cookies for LulzXmas:
                             
http://ibhg35kgdvnb7jvw.onion/lulzxmas/stratfor_full.tar.gz
http://depositfiles.com/files/j87arfcpa
http://www.verzend.be/odmmqjn6320d/stratfor_full.tar.gz.html
http://www.wupload.com/file/2629492022
http://www.megaupload.com/?d=O5P03RXK
https://rapidshare.com/#!download|877l33|3374632512|stratfor_full.tar.gz|53875|R~E33E14C52C8795153D213502698C9141|0|0


-------------------------------------------------------------------------------------------------------
Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/17165-anonymous-ataca-site-de-seguranca-e-divulga-dados-de-75-000-cartoes-de-credito.htm#ixzz1iKhoLCeN

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Grupo de hackers Anonymous ataca 'rede pedófila'



O já famoso grupo de 'hackers' Anonymus reivindicou hoje o ataque a 40 sites que, segundo a organização de ciberactivistas, se dedicavam a trocar imagens de abusos sexuais de menores.
Além deste ataque, o grupo também divulgou o nome de 1500 pessoas que alegadamente utilizavam o site designado 'Lolita City', noticiou hoje a BBC.
Ainda que pareçam ser bem intencionados, estes ataques são criticados pelas autoridades, pois podem pôr em causa várias investigações em curso.
As imagens seriam difundidas através da rede Tor, uma infraestrutura informática concebida para manter o anonimato dos seus utilizadores, ao fazer passar as buscas na Internet através de vários servidores espalhados pelo mundo.
Esta rede, conta a BBC, é frequentemente utilizada por manifestantes em países como o Egipto ou a Síria, de forma a não serem identificados.

sábado, 1 de outubro de 2011

Radiohead transmitirá show online em apoio ao grupo Anonymous

Radiohead transmitirá show online em apoio ao grupo Anonymous


Desde o dia 17 de setembro um grupo de manifestantes, organizados pelo Anonymous, está realizando protestos em Wall Street, centro financeiro de Nova York (Estados Unidos). A novidade é que, a partir desta sexta-feira (30/9), o grupo vai ganhar apoio da banda Radiohead.

Segundo blog oficial dos ativistas, o grupo inglês tocará para os manifestantes em um show que será transmitido ao vivo pela internet. O concerto começa às 17h (horário de Brasília) e poderá ser acompanhado pelo blog do AnonOps, que tem uma câmera exibindo os protestos 24 horas por dia.

Os manifestantes estão lutando contra as ações tomadas pelo governo americano para solucionar a crise econômica mundial e a impunidade de muitas pessoas que levaram à crise em 2008. De acordo com o blog, não há planos de abandonar o local tão cedo.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Anonymus Protestos na Wall Street

Anonymus Protestos na Wall Street

Anonymus Protestos na Wall Street

Centenas de norte-americanos manifestaram-se neste sábado e tentaram ocupar Wall Street, com o objectivo de lá acampar. A polícia não permitiu a ocupação, dispersando os manifestantes e bloqueando os acessos à Bolsa de Nova Iorque.Artigo |18 Setembro, 2011 – 19:14Manifestantes em Wall Street, 17 de Setembro de 2011 – Foto Carwil/Flickr
Os manifestantes reponderam a um apelo (OccupyWallStreet) para ocupar pacificamente Wall Street, em protesto contra as injustiças do sistema económico e político.
Os manifestantes, que se concentraram às 12 horas de sábado 17 de Setembro, assinalavam num panfleto: “Como os nossos irmãos e irmãs no Egipto, Grécia, Espanha e Islândia, planeamos usar a táctica revolucionária de ocupação massiva da primavera árabe para restaurar a democracia nos Estados Unidos”.
A iniciativa foi iniciada por activistas anónimos através da internet, teve o apoio da revista canadiana Adbuster e do grupo Anonymus, e foi transmitida pela internet.
Segundo os organizadores, o protesto é uma reacção aos lucros garantidos das pessoas que acumulam maiores riquezas no país e que “estão isentos de impostos”. Na declaração de intenções é referido “O que temos em comum é que pertencemos aos 99% de pessoas que não toleram a ganância e a corrupção do outro 1%”.
A organização planeia realizar concentrações noutros pontos dos Estados Unidos, a primeira das quais em Washington a 6 de Outubro.

Fonte:http://correiodobrasil.com.br/protestos-na-wall-street/299257/

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O famoso grupo de hackers, conhecido como Anonymous, lançou na internet uma denuncia contra a Globo e o Criança Esperança.


O famoso grupo de hackers, conhecido como Anonymous, lançou na internet uma denuncia contra a Globo e o Criança Esperança.
masque-anonymous
A primeira parte da crítica feita pelo grupo se refere ao valor das doações que aumentaram muito nos últimos anos, algo que varia de 33% a 50%. Esse aumento seria absurdo, afinal a Globo sempre critica quando qualquer imposto ou tarifa pública recebe um acréscimo maior que a inflação, mas quando é a vez dela aumentar os valores, acaba extrapolando e muito à taxa que poderia ser considerada como alta normal. Assim sendo, a emissora carioca devia dar exemplo e não fazer pior do que o governo. Contudo a crítica mais grave feita pelo grupo se refere ao dinheiro arrecadado pela emissora com a campanha do Criança Esperança. Segundo eles, todo ano a Globo pegaria um recibo do dinheiro doado pelo povo junto a Unesco para _12_crianca-esperancausar na dedução do seu imposto de renda, como se a emissora que tivesse doado o dinheiro, dessa maneira ela consegue um abatimento enorme.
Claro que essa manobra é totalmente errada, pois como todo mundo sabe a Globo não desembolsa um centavo para dar a campanha, apenas arrecada dinheiros dos seus telespectadores e passa para a Unesco.
Para piorar, se alguma pessoa que doou dinheiro para ao Criança Esperança ela não pode abater do seu imposto de renda, pois o dinheiro foi dado para uma marca e não para uma entidade beneficente diretamente. Dessa maneira é no mínimo antiético caso a Globo realmente se utilize do dinheiro dos espectadores para pagar suas contas.
d9t3n
Esperamos que a Globo venha a público e explique essa história, caso contrário o Criança Esperança deixará de ser um programa social para ser mais um meio de lucrar usando o jeitinho brasileiro.

Fonte: http://minilua.com/anonymous-brasil-denuncia-crianca-esperanca-rede-globo/