sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

FBI fecha site de partilha de ficheiros Megaupload





De acordo com uma nota emitida pelo Departamento de Justiça dos EUA, o Megaupload gerou de forma criminosa mais de 175 milhões de dólares (135 milhões de euros), “causando mais de 500 milhões em prejuízos para os detentores de direitos de autor”.

Os quatro suspeitos foram detidos na Nova Zelândia e o FBI suspeita ainda do envolvimento de três outras pessoas.

Entretanto, foi divulgado que o CEO do site é o músico e produtor americano Swizz Beatz, casado com a conhecida cantora Alicia Keys. Segundo a informação disponível, Beatz (que tem uma sólida carreira no mundo da música) não está entre os detidos.

O FBI confirmou a detenção do fundador do site Kim Schmitz, um cidadão alemão que já foi condenado por outras actividades criminosas online. Schmitz é também o responsável por outros sites, entre os quais o MegaPorn, o MegaVideo, o MegaLive e o MegaPix. Todos disponibilizam diferentes tipos de conteúdos e alguns também se encontram agora inacessíveis.

O Megaupload permitia a qualquer pessoa colocar ficheiros nos servidores da empresa, que tem sede em Hong Kong, e partilhá-los. Era frequentemente usado para partilhar ficheiros de música, vídeos e software, entre outros, infringindo direitos de autor.

O FBI está também a investigar os servidores do site espalhados pelo mundo.

Notícia corrigida às 23h47
Rectificado o prejuízo estimado para os detentores de direitos de autor. É de 500 milhões de dólares, não 500 mil milhões, como estava escrito.


Fonte:http://www.publico.pt/Tecnologia/fbi-fecha-site-de-partilha-de-ficheiros-megaupload-1529865

Nenhum comentário:

Postar um comentário

............