quinta-feira, 26 de julho de 2012

Guarda Municipal (GM-Rio) prestando um desserviço

 Guarda Municipal (GM-Rio)  prestando um desserviço

Outra vez estão prestando um desserviço para a sociedade e tratando atletas como se fossem criminosos. Desta vez o guarda de nome Afonso argumentou que o skatista poderia se machucar ou machucar alguma outra pessoa que estava EM UMA PISTA DE SKATE, local este destinado a prática do esporte, que é considerado radical.
Mostrando muita destreza e preparo, para proteger a vida e o bem estar do skatista, o Guarda Afonso, sem titubear passou uma rasteira em Pedro Henrique Neném, quando o mesmo tentou dar um Ollie out, saindo do obstáculo. Imagino que essa “autoridade” deve ter pensado que jogando o skatista para o chão desta forma e na velocidade que ele estava, apenas quebraria um braço ou talvez a perna, protegendo-o de um tombo no qual, ele poderia sujar seu short, no máximo.
Reparem a altura que o atleta voou depois de ter levado um chute da “autoridade” Afonso.
Sem Título 1 640x352 Guarda Municipal agride skatista menor de idade
Esse fato aconteceu no SKATEPARK de Madureira, o que nos leva a crer, que as “autoridades” realmente veem o skate como algo banal, e até mesmo nos locais cedidos pela prefeitura, você não pode praticar o esporte sem ser agredido por policiais.
Confira o vídeo comprovando todos os fatos:
Mudando de assunto, mas sem sair do tema, isso me lembrou do dia 31 de Dezembro de 2011, quando eu e alguns amigos estávamos fazendo downhill speed na cidade de São Paulo, passando pelos trechos que estava interditados para a São Silvestre. Claro que fizemos isso horas antes de começar a corrida, porém, descendo a Brigadeiro Luis Antônio eu passei pela mesma situação que esse garoto enfrentou no vídeo, eu estava a uns 40 ou 50km/h quando um Policial Militar colocar o pé para parar meu skate e entrou na minha frente, óbvio que demos uma grande trombada forte. Ele tentou tomar meu longboard, mas é óbvio que eu não deixaria que isso acontecesse. Os outros policia presentes no local perceberam o erro e o abuso de “autoridade” do “amigo”, e separam a confusão, pedindo desculpas a mim e pedindo para irmos embora.
Esses são apenas alguns dos milhares de fatos que acontecem todos os dias envolvendo policias que abusam da sua farda, pois sem ela não seria nada, e skatistas que tem o esporte no sangue e lutam para serem grandes atletas.
Espero de coração que um dia o skate seja colocado nas Olimpíadas, para que, quem sabe, sejamos um pouco mais respeitados, aliás, é o nosso esporte que trás mais medalhas e títulos para o Brasil, não o futebol.
Visto a camisa do skate e farei o possível para ver a evolução do meu esporte favorito. Quero ver a mídia mostrando esses fatos, por isso insisto tanto em continuar postando esse tipo de barbárie. Quero ver as declarações dos secretários de segurança, de esporte, ministros. Se nem em ano de eleição eles puderem se justificar, podemos perder as esperanças de ter nosso esporte sendo respeitado.

2 comentários:

  1. Olá, gostaria de corrigí-lo. A guarda em questão pertence à cidade do Rio de Janeiro, fato comprovado pelos uniformes, os de Curitiba são azuis.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pela correção. não tinha percebido esse erro.
    Volte sempre.

    ResponderExcluir

............