sábado, 22 de outubro de 2011

Hackers encontram software espião que seria usado pela polícia alemã.

Descoberta foi anunciada pelo ‘Chaos Computer Club’.
O código foi batizado de ‘R2D2’ por uma empresa antivírus.

CCC criou software para controlar o “trojan federal” da Alemanha (Foto: Reprodução)CCC criou software para controlar o 'trojan federal'
da Alemanha (Foto: Reprodução)

 

Hackers do Chaos Computer Club (CCC) anunciaram a descoberta de um código espião que estaria em uso pela polícia alemã. Segundo os especialistas, o programa tem falhas de segurança e viola as regras estabelecidas pelos tribunais alemães para o uso de softwares em investigações. O governo alemão ainda não se pronunciou.
O CCC é um clube que usa o termo “hacker” de forma positiva, como entusiastas e especialistas em tecnologia e segurança. O grupo obteve cópias do software a partir de uma “fonte anônima”.
Segundo a empresa de segurança F-Secure, ainda não há maneira de ter certeza se o código realmente faz parte de ações da polícia da Alemanha. A F-Secure disse que está detectando o vírus com o nome de “R2D2” devido a uma frase dentro do arquivo que menciona o robô da série ‘Guerra nas estrelas’.
Falhas de segurança
A análise do CCC mostrou que o programa tem falhas graves de segurança. Qualquer pessoa é capaz de controlar os computadores infectados – a capacidade de enviar comandos não é restrita ou protegida. Os hackers demonstraram isso criando um software próprio para controle remoto do vírus.
Na opinião do CCC, essa falta de segurança e controle viola a decisão de tribunais alemães, que entenderam ser ilegal o uso de softwares espiões, exceto no caso de interceptação telefônica. O código, por executar qualquer comando, pode ser usado para funções muito além das permitidas.
O grupo de hackers ainda afirmou que a lei alemã precisa ser modificada. O país criou um conceito de privacidade envolvendo a “vida pessoal” são invioláveis, incluindo ou conversas entre casais e diários pessoais. Para o CCC, qualquer computador portátil, por exemplo, possui informações pessoais desse tipo.
“Os legisladores precisam acabar com a expansão de espionagem por computador que está se tornando descontrolada nos últimos anos e finalmente criar uma definição clara para a privacidade digital e uma maneira de protegê-la efetivamente”, afirmou um comunicado do CCC.
A análise ainda levantou questões sobre a soberania alemã, pois os dados capturados pelo código são enviados para um servidor nos Estados Unidos e não estariam adequadamente protegidos. O CCC revelou ter comunicado o Ministro do Interior da Alemanha e que as autoridades tiveram tempo para ativar o recurso de autodestruição presente no vírus antes da publicação da descoberta.

Fonte: G1.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

............